Roteiro 3 dias de Turismo Alternativo em Salvador

Independente de você conhecer Salvador ou não, alguns pontos turísticos como o Farol da Barra, o Pelourinho e o Elevador Lacerda, tornaram-se um padrão para visitação. Todo mundo quer visitar ou revisitar esses lugares sempre que vêm pela capital.

No entanto, queremos convidar você a fazer um roteiro diferente e completamente alternativo. Mostrar pontos da cidade que praticamente só os baianos conhecem.

Para quem curte um turismo mais experimental, que gosta de se sentir em casa verdadeiramente, os lugares que separamos para você serão, certamente, encantadores.

Então vamos conferir esse passeio? Se liga!

DIA 1: descobrindo um novo Centro Histórico de Salvador

Em todo roteiro de Salvador que você encontrar, o Pelourinho estará lá como dica de passeio obrigatório. De fato, esse é um dos cantinhos mais agradáveis da nossa cidade e, se você nunca veio por aqui, nem imagina o tanto de coisa que tem para ver.

Só que dessa vez a gente não vai dizer para você visitar o Elevador Lacerda, a Praça da Cruz Caída e a Casa do Olodum. Queremos indicar outros lugares.

O primeiro é o museu da Igreja de São Francisco. Quase sempre que você passar por aqui a igreja estará fechada. Mas pela rua atrás do templo – que poucas pessoas circulam – tem a entrada do museu, que é lindo! Aqui você encontra tudo sobre a “igreja de ouro da Bahia” a parte da história do Pelourinho.

Ainda no Pelô você encontra a Casa do Benin, que guarda um acervo muito grande sobre a cultura e a arte africana.

Mais adiante, você ainda encontra o Museu da Gastronomia Baiana. Além de ser uma delícia de lugar, esse foi o primeiro museu de toda a América Latina totalmente dedicado à gastronomia.

Saindo um pouquinho do Pelourinho, vamos para pertinho, no Largo 2 de Julho. Aqui você encontra o Espaço Cultural Casa Preta. O nome faz jus ao lugar. É um antigo casarão que teve suas paredes escurecidas pelo tempo – e pelo limo -, mas que virou um charme. Hoje funciona esse espaço cultural, com apresentações artísticas, shows e peças de teatro.

Dia 2: curtindo a cultura baiana

Hoje o dia será todo voltado para sentir a cultura baiana. A primeira parada é no bairro do Rio Vermelho. A noite aqui é super agradável e mostra o porquê o local é conhecido como o centro boêmio de Salvador.

O primeiro ponto é na Rua Alagoinha, na Casa do Rio Vermelho. O local foi a residência dos escritores Jorge Amado e Zélia Gattai. Hoje, aqui funciona um museu que conta um pouco da história e das obras de Jorge Amado, assim como serve de ponto cultural, para quem gosta de artes e literatura. Há cobrança de entrada, mas toda quarta-feira o acesso é gratuito.

Ainda no Rio Vermelho, conheça o Largo de Santana e a Casa de Iemanjá. Aqui há uma pequena colônia de pescadores com histórias únicas para te contar. Na Casa de Iemanjá ainda é possível conhecer um pouco sobre a Rainha do Mar e graças alcançadas por seus devotos.

Saindo do Rio Vermelho, você pode partir para o Dique do Tororó. O lugar guarda a escultura de oito Orixás e a vista é muito bonita, principalmente a noite, quando as luzes do dique ficam acessas. Aqui você também pode fazer um tour pelos terreiros de Cadomblé, como a Casa Branca, que é um dos mais antigos do Brasil.

DIA 3: conhecendo o subúrbio soteropolitano

Salvador também suas particularidades e uma delas é o subúrbio. Essa região chama a atenção de turistas por ter uma vista muito bonita e que ainda é pouco explorada por quem não mora na cidade.

O passeio que nós indicamos é o trem de Salvador, que parte da Estação da Calçada e vai até Paripe, passando por toda a orla da periferia soteropolitana.

É um passeio gostoso e barato. Em junho, você ainda encontra música ao vivo se optar por fazer o trajeto aos domingos. O Trem do Forró já existe há mais de 20 anos e sempre arrasta multidões.

Da Orla de Paripe você pode pegar um barco pequeno e atravessar até a Ilha de Maré, que foi povoada por pescadores e hoje é um dos cenários rústicos mais bonitos da cidade.

Outra travessia muito bacana é ate o Porto dos Tainheiros, Ribeira, onde você pode admirar mais o cenário e se deliciar com pratos feitos a partir de frutos do mar.

Salvador é uma cidade atrativa para todos os tipos de turista.

Você pode ainda conferir outros roteiros que deixamos aqui no site para quem viajar com crianças, para quem deseja aproveitar os pontos turísticos tradicionais e também um roteiro gay friendly.

Aproveite ainda e nos marque nas redes sociais. Queremos ver como você aproveitou as nossas dicas!

Reservar Quarto Agora